Poesia Viva

terça-feira, maio 30, 2006

Da tristeza à esperança...


"Quando tiveres uma lágrima de tristeza,
Parte-a ao meio! Dá-me metade e chorarei contigo!
Quando tiver um sorriso e alegria e singeleza,
Dou-to inteiro, só para te ver feliz, meu Amigo!"

Se as amarguras desta vida te travarem,
Não desistas, nem desanimes. Apenas sorri!
Não deixes os sulcos da tristeza se gravarem
Chama por mim! Para ti, estou sempre aqui.

Dá-me a tua mão, enche o peito de ar!
Anda, vamos os dois voar pelo céu infinito...
Outros horizontes vamos, pois, encontrar,
Soltaremos ao universo nosso pleno grito...

Tudo é cíclico, nesta grande aventura de viver.
"Atrás de tempos, tempos vêm" - é o que dizem!
Se teu olhar não tiver lágrimas, mas souber ver,
As coisas hão-de mudar, aprenderás a SER.

E, lentamente, o teu sorriso poderá voltar.
Uma nova energia inundará todo o teu ser...
Dentro de ti, está toda a capacidade de amar,
Apenas tu e só tu a poderás fazer acontecer!

José António

(foto de Isabel)

75 Comments:

Enviar um comentário

<< Home