Poesia Viva

terça-feira, abril 25, 2006

Porque em qualquer dia é dia de se amar uma Mãe...

"Mother of the World" - Nicholas Roerich

Para a minha Mãe, com Amor...

Esta caixa tão singela
Que parece estar vazia
Esconde, afinal, dentro dela,
Por um acto de magia,
Muitos beijos e Amor
Para quem é uma Flor!

Assim, sempre que sentir
No coração um vazio,
Pode esta caixinha abrir
E logo se solta um rio
Que apaga qualquer dor,
Pois que é líquido Amor!

Isabel

57 Comments:

Enviar um comentário

<< Home