Poesia Viva

terça-feira, janeiro 24, 2006

A POESIA...


A poesia é vida, transformação!
Traz das estrelas o fino pó
Impregnada de imaginação
Para que nunca te sintas só

E a transformação que gera
começa em nós, em cada um
Não uma simples quimera
Mas por tudo o que é comum

E se for viva, perene, renovadora,
Muda tudo de repente (ou devagar)
Sua génese é tão transformadora
Que jamais se deixará manietar

Abre sempre caminhos de futuro
Com os pés assentes no presente
Rompe a grilheta, a prisão, o muro
Ilumina a escuridão abruptamente

Pode ser suave ou revolucionária
Depende sempre das circunstâncias
Não mais indiferente ou sectária
Pronta a correr todas as distâncias

É o fermento duma outra nova vida
É a mistura que produz toda a magia
É aquela fragância pura, tão querida
Que gera em si a tristeza e a alegria.

Brilha o Sol que os poetas ilumina
Em jorro de inspiração tão plena
De uma semente tão pequenina
Que do Infinito sempre nos acena

José António

(Foto de Isabel, de Peniche visto a partir do Baleal)

9 Comments:

Enviar um comentário

<< Home